Meu Blog Barato

Desabafo barato: Perdendo a fé na humanidade

Tenho uma certa dificuldade para lidar com morte e talvez você pense “a maioria de nós também tem, oras!”. No meu caso, tenho dificuldade de assimilar a morte até mesmo de pessoas que não conheço. Seja uma figura pública, conhecido, parente ou de gente que nunca vi na vida. Sempre fico impressionada. Acredito que exista muitas pessoas como eu.

Quando morreu o Chorão eu me pronunciei sobre o quanto as pessoas são maldosas e sem respeito algum com a morte de figuras públicas. Ontem vi comentários maldosos sobre a morte do Robin Williams e hoje sobre o acidente aéreo com o jatinho de Eduardo Campos. Não me contive e tive que correr para o desabafo.

Como é que pode alguém desejar a morte do outro como quem dá um simples bom dia? Gente! Estamos falando de seres humanos. Independente de ser presidente ou presidenciável, quem são vocês para julgar quem deve morrer ou quem deve viver? Quem são vocês para julgar se a pessoa merece morrer por uma besteira que falou anos atrás? Cara, vocês são um bando de incoerentes! Isso me fez lembrar que algumas dessas pessoas são as mesmas que de vez em quando postam links do tipo “10 atitudes para recuperar a sua fé na humanidade”. São essas que também fazem a gente perder a fé quando postam merda.

Aí você diz assim pra mim: “Deixa de mimimi e dá unfollow que tá tudo certo!”. Não tem nada certo, pessoal. O meu unfollow é uma reação perante uma ação que eu não gostaria de ter visto. Eu sei que o mundo está cheio de pessoas com atitudes que eu não gostaria de ver, mas poxa… Desejar a morte de alguém é algo muito forte. Fico pensando se as pessoas falam sem pensar, por impulso ou se são ruins assim mesmo. Meu unfollow não vai mudar a sensação ruim que o desejo dessas pessoas me causou.

Não me considero a pessoa mais coerente do mundo, mas busco um equilíbrio interno e também com as pessoas ao meu redor constantemente. Gosto de estar cercada de pessoas do bem. A vida é daora, mas muito louca, perturbadora e cheia de surpresas (boas e ruins). Vamos ser mais leves, pensar mais antes de falar, e desejar mais coisas boas do que ruins.

Sabe o que eu acho que está faltando no mundo? Respeito! Eu vivo trabalhando uma teoria dentro da minha cabeça de que muitos dos problemas que temos é causado pela falta de respeito. Talvez seja tema para algum outro desabafo… =/

 

 

About Ingrid Dagagny

Sou cariúcha que não curte praia e adora chimarrão, casada com o Duda e mãe de duas gatinhas. Meus verbos preferidos: viajar, pechinchar, comer, cozinhar, falar, criar. =)